GUP! Desenvolvimento

Gerindo Pessoas nas Pequenas Empresas

Você é um empresário em organizações de pequeno porte, em especial as que possuem menos de 50 colaboradores? Se sim, imagino que o tema gestão de pessoas esteja ganhando cada vez mais importância no dia-a-dia da sua empresa, pois sem ele os objetivos não estão sendo mais alcançados como antes, certo? Não necessariamente!
Temos observado que quando as micro empresas começam a expandir, ter um quadro de pessoal com mais de 10 profissionais, por exemplo, iniciam as dores do crescimento caso não tenham se organizado para tal. Em especial, as relações humanas tendem a ficar mais complexas e difíceis de lidar. As comunicações que eram tão diretas e simples não funcionam mais como antes. Premiar uma pessoa sem critérios claros e definidos gera muitos ruídos e desmotiva o restante da equipe. As pessoas começam a queixar-se que as funções não estão claras e que não sabem as suas reais responsabilidades. Ainda que as pessoas queiram fazer o seu melhor, elas trabalham muito mas não estão satisfeitas com o seu trabalho ou atingem os resultados, seja porque não há clareza das funções ou até mesmo não possuem mais as competências para este novo momento da empresa.
Há pessoas que acreditam que realizar a gestão de pessoas é importante mas para 2.018 estas questões não são suas prioridades, pois precisam vender mais, investir em tecnologia e garantir a sustentabilidade da empresa mas vou te dizer algo muito importante: quem vai realizar estas atividades e pensar em outras alternativas para expandir o seu negócio que você ainda não imaginou são as próprias pessoas da sua equipe. Uma empresa é feita de pessoas para pessoas e não tem outra forma de conseguir alavancar os resultados das empresas se não for cuidando e desenvolvendo gente. Pode acreditar: o resultado é maravilhoso!
Algumas empresas de pequeno porte já estão antenadas com esta demanda e buscando soluções para desenvolver e engajar as suas equipes nos objetivos da organização. Existem casos que investem em profissionais seniores para cuidar destas ações internamente e em outras situações, terceirizam essas atividades para consultorias externas, pois contam com um serviço altamente qualificado e com a disponibilidade de tempo e valores compatíveis com a sua necessidade.
Temas como gestão da cultura e clima, definição de metas, acompanhamento do desempenho individual e da empresa, treinamentos e programas de recompensas são exemplos de trabalhos que podem ser desenvolvidos e que trazem excelentes resultados para as empresas.
E você já incluiu este importante tema nos planos de 2018?