GUP! Desenvolvimento

COMO RETER OS MELHORES TALENTOS?

Uma das principais queixas das empresas que possuem equipes complexas e de difícil contratação devido a poucos profissionais qualificados no mercado é o desafio de reter os seus colaboradores, afinal quando um profissional diferenciado sai da empresa, os impactos na equipe e financeiros são bastante significativos, o que torna de grande relevância o estudo sobre esse tema.

 

Nesse artigo dividiremos as estratégias de retenção de talentos em dois blocos: o ingresso do profissional na empresa e a sua jornada enquanto colaborador:

 

INGRESSO NA EMPRESA

Acreditamos que a melhor forma de reter os profissionais é realizando uma contratação bem feita. Quando iniciamos as nossas carreiras no RH, há mais de 10 anos atrás, percebemos que a área de Recrutamento & Seleção era uma das menos valorizadas nas empresas. A parte de recrutamento então, ou seja, com as atividades de divulgação das vagas, realização da triagem dos currículos e convite aos candidatos para as entrevistas, era menos valorizada ainda. Normalmente alocavam profissionais de RH no início das suas carreiras para realizar essas atividades, com poucas orientações e acompanhamento.

 

Em contrapartida, hoje acompanhamos as grandes empresas investindo bastante tempo e dinheiro com um Recrutamento & Seleção bem feito. Primeiro que encontrar profissionais capacitados e alinhados com a cultura da empresa não é uma tarefa tão simples, pois além das qualificações técnicas é importante que os candidatos possuam expectativas de vida e de carreira alinhadas com as oportunidades que a empresa pode oferecer. Além da demanda de otimizar os processos seletivos com ferramentas que tornem as rotinas mais ágeis e assertivas.

 

Essa profissionalização é mais trabalhosa mas acreditamos que todos ganham, pois pessoas certas nos cargos certos são mais felizes no trabalho e possuam performances superiores. Além, é claro, da redução da rotatividade e custos envolvidos nesse processo.

 

Outro ponto muito importante nos ingressos dos colaboradores nas empresas mas que não aprofundaremos nesse artigo é a realização de um processo de integração estruturado e bem conduzido. Essa ação pode fazer com que colaboradores atinjam altas performances com velocidades superiores aos profissionais que não passam por essa integração.

 

JORNADA NA EMPRESA

Segundo estudo da Watson Wyatt Inc (2005) é importante para a empresa que alguns profissionais deixem a organização para aumentar o engajamento e performance dos demais. Esse mesmo estudo sugere que nas empresas que possuem a rotatividade anual abaixo de 5%, suas equipes possuem performances inferiores a outras empresas com a rotatividade acima de 40%: “É saudável para a organização deixar os membros menos produtivos saírem e captar novos empregados que possam substituí-los e que apresentem produtividade maior”.

 

Dessa forma, é crucial identificar quem são os melhores profissionais para realizar ações para retê-los e para isso as ferramentas de gestão de performance vestem como uma luva: ao gerenciar as metas de cada colaborador, aplicar ferramentas para entender a aderência dos comportamentos dos colaboradores com as necessidades dos cargos, definir e acompanhar os planos de desenvolvimentos individuais e alinhar esses fatores com os planejamentos de carreiras, faz com que a empresa tenha dados concretos para entender quem está performando melhor, compreender quais são as principais dificuldades dos times para que possa intervir com planos de desenvolvimento, saber as pessoas que precisam ser desligadas e acima de tudo, manter todos os profissionais alinhados em um mesmo objetivo.

 

Outras ações que as empresas estão realizando para reter mais os colaboradores chaves são: feedbacks constantes, tanto os formais e principalmente os informais, no dia-a-dia do trabalho; gestão a vista para que todos os profissionais conheçam os objetivos da empresa e acompanhem os seus resultados; ações de desenvolvimento com treinamentos técnicos (hard skills) e comportamentais (soft skills); além da oferta de ações da empresa para que tornem-se sócios.

 

Existem iniciativas que dão certo em algumas empresas mas não em outras, pois é preciso entender a cultura de cada organização e ter claro quais os resultados esperados de cada uma dessas ações.

 

E na sua empresa, como estão gerenciando a retenção dos colaboradores?

 

Paulo Araneda – GUP! Desenvolvimento l gestão de performance sustentável

 

Referências:

Rotatividade de pessoal: custos e índices ideais