GUP! Desenvolvimento

CONFIANÇA: A BASE DAS RELAÇÕES PROFISSIONAIS

“Obrigada por tudo. Eu sei que você está tomando a melhor decisão”. Essa foi a frase que ouvi ao abraçar uma ex-colaboradora que estávamos desligando naquele momento. Da nossa parte o clima era de apreensão, mas fomos pegos de surpresa com a sua atitude positiva.

Foi um momento marcante e acredito que um dos principais fatores dessa reação era a confiança que existia em toda a relação e é sobre esse ponto que queremos abordar nesse artigo.

Confiança é a “credibilidade ou conceito positivo que se tem a respeito de alguém ou de algo; crédito, segurança” (dicionário Michaelis) e é o fator mais importante no sucesso de qualquer relação, seja pessoal ou profissional.

Quando confiamos no nosso líder e/ou nos nossos colegas de trabalho, temos uma grande tendência a seguir as suas diretrizes sem ficar questionando ou “procurando pelo em ovo”. Como acreditamos que aquela demanda faz sentido, devido ao histórico com quem está nos solicitando, temos mais prazer e empenho na sua execução. O desempenho é diferenciado.

Em contrapartida, quando não existe a confiança nas relações de trabalho, tudo é mais difícil de ser concretizado pela equipe. Ao invés do colaborador mobilizar os seus esforços para executar o trabalho da melhor maneira possível, ele gasta seu tempo pensando nos diferentes motivos que justifiquem que aquele direcionamento está errado e em todos outros “melhores” caminhos que ele poderia seguir, além de ficar criticando as decisões para os seus colegas. É muito desperdício de tempo.

E como conquistar uma relação de confiança com a equipe?

Pense nos seus relacionamentos amorosos: não adianta você ter errado com seu companheiro e no dia seguinte dizer: “desculpa, mas a partir de hoje você precisa confiar em mim”. Não funciona assim, certo? A confiança deve ser conquistada e mantida todos os dias, nas pequenas e grandes atitudes com a sua equipe. Destacamos então algumas atitudes que devem ser priorizadas:

1) Seja coerente com o que você diz e o que você faz: se você dissemina que é importante que as pessoas trabalhem em equipe, não seja individualista. Se você manda todos cumprirem os seus horários de trabalho, cumpra o seu também. A influência na liderança é muito mais efetiva pelos exemplos do que pelo que é dito.

2) Compartilhe com a sua equipe os objetivos e desafios a serem percorridos: quando as pessoas entendem as razões do outro, é mais fácil para elas aceitarem as decisões tomadas.

3) Definam metas em conjunto: para que qualquer organização tenha resultados sustentáveis, metas precisam existir para que as pessoas caminhem na mesma direção. Ao compartilhar os objetivos da empresa com a equipe, construam em conjunto o que cada colaborador pode fazer de melhor para que os resultados sejam atingidos, ou até mesmo superados.

4) Celebrem, sempre celebrem: estabeleça rituais para que as pessoas comemorem cada conquista realizada, desde a pequena até a maior de todas. Toquem sinos, estourem champagne, batam palmas, façam um almoço especial. Independente da ação, celebrem.

5) Seja você mesmo: e para encerrar, todas essas atitudes precisam estar coerentes com as suas crenças e com os seus sentimentos. Se você não acredita que estabelecer relações de confiança é importante, você poderá realizar inúmeras ações, mas as pessoas perceberão que não é genuíno.

Então fica essa provocação: de 0 a 10, quanto você entende que a confiança é importante para o sucesso das suas relações profissionais?

GUP! Desenvolvimento