GUP! Desenvolvimento

PEOPLE ANALYTICS: PARA QUE SERVEM OS DADOS SEM SABER QUAIS PERGUNTAS ELES DEVEM RESPONDER?

Chegamos a um ponto no qual não conseguimos imaginar nossas vidas sem a tecnologia.
As vezes parece até estranho lembrar como eram prestados determinados serviços antes da tecnologia gerar um upgrade (de experiência, de facilidade, comodidade, leque de opções, …).

Existem sistemas que cruzam dados, que rastreiam e organizam informações, geram dashboards, telas, gráficos, indicadores, tudo isso com um visual bonito, arrojado, com cores, símbolos e ícones, mas muito do que essas ferramentas geram de informações não serão plenamente utilizadas a não ser que a sua empresa seja capaz de fazer as perguntas certas.

Em um mar de dashboards, não saber as perguntas que essas mesmas ferramentas devem responder é o equivalente a possuir o produto que o cliente precisa pronto para ser entregue, porém sem ideia de onde o cliente está e como chegar até ele 🙁

Aqui temos uma combinação de perigosos fatores, uma quantidade cada vez maior de softwares que prometem ser a resposta para seus problemas aliado a uma pressão (do mercado, concorrência, clientes, colaboradores, …) pela obtenção rápida de respostas para apoiar a tomada de decisão das empresas.

Dois dos mais tristes resultados dessa mistura são:
– Investimentos em sistemas que eventualmente são percebidos como insuficientes para apoiar a empresa em seus reais desafios;
– Tomadas de decisões com base em sistemas que serviriam em outras circunstâncias, cenários ou segmentos, mas que geram impacto negativo;

Estes inclusive foram as 2 principais respostas que tivemos quando conversamos com empresários, diretores e gerentes em um grande evento de tecnologia no ano passado. Todos os consultores GUP! estavam presentes, falamos com quase 500 pessoas diferentes, e perguntávamos como estavam suas balanças de “investimento em tecnologia versus apoio na performance da empresa”.

Chegamos à conclusão de que nem o tempo de vida da empresa, nem o faturamento ou origem do capital social eram garantias de que a empresa não cairia nesses tristes resultados.

Até porque, se a sua empresa estiver realizando as perguntas erradas, mesmo com o melhor software, não há resposta que gerará resultados positivos.

Na GUP! somos especializados em gestão de performance sustentável, apoiamos empresas a se debruçarem sobre as perguntas certas para que colaboradores de todos os níveis possam crescer juntos e superar os objetivos.

GUP! Desenvolvimento