GUP! Desenvolvimento

04 PASSOS PARA DESENVOLVER COMPETÊNCIAS NA EQUIPE

Sabe aquela situação em que está claro para você o que falta na equipe?

Talvez isso aconteça pois você conseguiu perceber que ao atender o cliente a equipe não é pró ativa (fica aguardando solicitações, esperando sempre que o cliente faça o contato) ou então você enxerga que falta uma comunicação mais envolvente (pois todos possuem um linguajar muito técnico ao conversar com outras áreas ou clientes).

 

Pois parabéns, se isso (ou algo parecido) já aconteceu com você significa que você está conseguindo identificar qual é a competência que o time ainda precisa fortalecer.

 

Um primeiro passo no desenvolvimento de times é exatamente compreender o que pode ser adicionado ou feito de maneira diferente e que tem potencial para gerar resultados cada vez melhores.

 

E quando falamos “resultado” podemos tratar tanto de um impacto direto em lucratividade, receita ou outro indicador financeiro, mas muitas vezes o impacto é indireto (por exemplo: um cliente melhor atendido e que não tem dúvidas irá renovar contratos ou retornar a consumir do seu produto e serviço com maior facilidade).

 

Uma vez que já entendemos o que precisa ser desenvolvido, vem o que muitas vezes se torna o maior desafio para a maioria dos gestores, apoiar e estimular esse desenvolvimento.

Para isso elencamos 04 principais passos para exercer um dos principais papéis da liderança: impulsionar o desenvolvimento da equipe.

 

1º – Traduza objetivos em comportamentos

Seguindo o exemplo do início desse artigo, vamos supor que você chegou à conclusão de que a equipe precisa ser mais pró ativa… mas o que de fato é a pro atividade? ou melhor, de que forma ela pode ajudar a sua equipe?

Traduza isso em ações em comportamentos práticos que a equipe deve realizar, de preferência algo concreto como por exemplo “toda semana cada colaborador deve ligar para um cliente (ou para um grupo de clientes) e checar se existe alguma dúvida sobre o produto/serviço” ou então “enviar um e-mail periodicamente para reportar um status com informações sobre avanços em determinado projeto ou iniciativa que envolve o cliente ou então reforçando datas e compromissos que o cliente deve cumprir para que o produto/serviço que contratou seja utilizado da melhor maneira possível”.

 

Observação: importante ressaltar que quando falamos “cliente” podemos pensar em um “cliente externo” (aquela pessoa ou empresa que contratou a sua empresa) ou “cliente interno” (um outro departamento ou grupo de empregados dentro da sua própria empresa e que dependem de algo que você realiza para que eles possam efetuar a parte deles do trabalho).

 

2º – Verbalize o que você espera do time

Parece óbvio, mas muitas e muitas vezes aqui mora o maior desafio.

Encontramos com frequência gestores que reclamam que a equipe “não entrega o que o departamento/empresa precisa” sendo que expectativas não foram alinhadas!

Lembre-se gestor, por mais que algo é óbvio para você não significa que é óbvio para sua equipe, só será assim a partir do momento que você compartilhar.

 

Não converse por meio de enigmas, não diga meias palavras e não “fale por olhares”.

O tempo que seu colaborador vai dedicar para decifrar os sinais que você está passando poderia ser utilizado para colocar em prática aquilo que esperamos do time.

Siga os passos: tenha clareza do que o time precisa desenvolver > transforme isso em ações práticas > verbalize isso para a equipe, você ficará impressionado com os resultados!

 

3º – Construa junto com a sua equipe

Conheça os membros do seu time, as suas fortalezas, aquelas competências e comportamentos que colocam em prática de maneira mais fácil, com base nisso você pode alocar melhor esforços para que a equipe atinja resultados.

 

Além disso, saiba que apesar de um mito que muitos gestores carregam a liderança não precisa ter todas as respostas, esse definitivamente não é um dever do líder!

Pelo contrário, muitas vezes o papel do líder será apoiar e coordenar a equipe para que eles encontrem alternativas.

 

4º – reconheça quando o comportamento esperado for colocado em prática

Por último, um dos pontos chave quando estamos falando sobre desenvolvimento e adoção de novos procedimentos ou práticas, reconheça as pessoas conforme elas entreguem o que foi combinado.

Renuncie ao pensamento “a pessoa não está fazendo nada mais do que a sua obrigação”, esse raciocínio não ajuda em nada o desenvolvimento contínuo de uma equipe.

Parabenize e agradeça os colaboradores conforme eles pratiquem aquilo que foi combinado, demonstre para eles o quanto o comprometimento é importante para a realização do trabalho e como cada um contribui para o que a cada está construindo.

 

E não se preocupe se você não tem orçamento, dizer um parabéns específico e verdadeiro não precisa vir acompanhado de um aumento salarial.

 

GUP! Desenvolvimento / gestão de performance sustentável